O PROPÓSITO DO VAMPYRISMO

11891033_423078484554452_7266243277157540908_n

Dentro de cada ser vivo existe um profundo subconsciente que possui nossas memórias primais e os desejos que nos tornam quem nós somos em um nível consciente. O subconsciente é afetado pelas nossas experiências no mundo consciente também. Isso tem início no nascimento e nas memórias mais antigas nós temos tendencia a moldar nossos caráteres.

Nos anos recentes o Luciferianismo tem vindo a frente no ocultismo ‘underground’ como uma ideologia e prática espiritual para obter resultados vívidos. Luciferianismo é uma forma de pensar ou uma filosofia que essencialmente treina o consciente para pensar como um Deus ou Deusa. Em termos simplistas, o indivíduo plenamente crê ser ele responsável pelo seu destino. Isso inclui as atividades mundanas e excitantes incorporadas que chamamos no fim de “vida”. 

Continuar lendo “O PROPÓSITO DO VAMPYRISMO”

BRUXARIA, LUCIFERIANISMO E SATANISMO TRADICIONAL

11204383_425562010972766_2308879849679265177_n

Questão problematizada: “É possível ser praticante de Bruxaria Tradicional e Satanista ao mesmo tempo?”

Sim. Perfeitamente possível, e mais comum que se imagina. Primeiramente, não existe uma conceituação concreta e inquestionável para o que seria o termo “Bruxaria”, sendo referido mais como um sistema, um conjunto de prática dos Pagãos e Camponeses, sistema este conectado a Terra, a Natureza e ao politeísmo das religiões tribais ancestrais ao Cristianismo – que assim os chamava como forma pejorativa e sectária dentro do contexto histórico da época, e englobando não apenas uma, mas diversas vertentes religiosas dos ditos “Pagãos”, colocadas dentro de um conjunto denominado “Bruxaria” de forma indiscriminada. 

Continuar lendo “BRUXARIA, LUCIFERIANISMO E SATANISMO TRADICIONAL”

Paganismo Eslavo – Parte II

Morana-and-Vesna.jpg

O Panteão Eslavo

Embora tenha sofrido uma “divisão” entre as tribos eslavas, todos os panteões se originaram de um mesmo panteão “base”. Era uma formação de deuses que se aproximava dos Egípcios e gregos. Um politeísmo onde cada deidade era responsável por uma área de atuação. O Deus Supremo do panteão eslavo costuma variar em cada crença. Rod, Svarog e Triglav são “candidatos” ao posto. Mas o mais provável de ser o líder do grupo de divindades é Perun. Certos manuscritos afirmam que ele é o único deus no céu, reinando sobre todos os deuses da terra. Deus dos raios e trovões, pode ser ligado a Zeus, Baal e até mesmo comparado ao Demiurgo em determinados aspectos.
Mas alguns afirmam que existe uma deidade Suprema que reinaria sobre tudo e todos, até sobre Perun. Esta deidade não é mencionada a maioria das vezes,e não possui sequer um nome especificado.

Continuar lendo “Paganismo Eslavo – Parte II”

Vodu – Um Breve resumo

baron-samedi.jpg

“Por que você usa a velha Juju?
Por que você chocalha todos os ossos?
Estou dizendo que eu não sou o certo para você
Mas ainda assim você joga as pedras

Você colocou um feitiço em mim”

-Mortiis, ‘You put a Hex on me’

Essa postagem foi escrita originalmente em 03/11/2011 para o fórum ‘Via Sinistrae’. Revisado, corrigido e com alguns trechos adicionados em 29/01/2019.

Um pouco de história:

Continuar lendo “Vodu – Um Breve resumo”

DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte III

f8599f00dd5d5af5f130c709dd9f3e3a--dark-angels-fallen-angels

“But of all the demons I’ve known
None could compare to you

Every day that you feed me with hate
I grow stronger!”

Sabendo agora da imensa lista de santos, padres apostólicos e doutores da patrística que influenciaram essa visão, podemos compreender melhor o surgimento da maioria imensa dos grimórios medievalistas, tão importantes para a demonologia.
Não sabe-se ao certo a autoria ou data precisa de surgimento da maioria deles, mas se sabe que o satanismo na Idade Média não é mera conjectura. Missas Negras eram, não incomumente, encomendadas por nobres ricos a freis e sacerdotes corruptos. bem como sacrifícios humanos. A missa Negra como conhecemos atualmente é uma inversão da Missa tridentina e já tardia, mas existem relatos anteriores de ritos semelhantes (que não adentrarei a fundo aqui por não ser o foco deste texto, talvez em algum tratado posterior eu exponha melhor o tema). 

Continuar lendo “DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte III”

DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte I

PazuzuDemonAssyria1stMillenniumBCE

“Oh make me over
I’m all I wanna be
A walking study
In Demonology…”

A Demonologia, ou o Estudo sobre entidades demoníacas surgiu em épocas imemoriais. Desde antes da antiga Grécia já havia-se os conceitos de Demônios, divididos em dois. Os Eudaemonos, mensageiros benéficos dos Deuses que inspiravam artistas e poetas, filósofos e mesmo políticos a desenvolverem sua arte de forma virtuosa, como os Kakodaemonos, os ‘espíritos malignos’ que, de acordo com as fases lunares, inspiravam a loucura e atos de agressão nos homens.  Continuar lendo “DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte I”