O PROPÓSITO DO VAMPYRISMO

11891033_423078484554452_7266243277157540908_n

Dentro de cada ser vivo existe um profundo subconsciente que possui nossas memórias primais e os desejos que nos tornam quem nós somos em um nível consciente. O subconsciente é afetado pelas nossas experiências no mundo consciente também. Isso tem início no nascimento e nas memórias mais antigas nós temos tendencia a moldar nossos caráteres.

Nos anos recentes o Luciferianismo tem vindo a frente no ocultismo ‘underground’ como uma ideologia e prática espiritual para obter resultados vívidos. Luciferianismo é uma forma de pensar ou uma filosofia que essencialmente treina o consciente para pensar como um Deus ou Deusa. Em termos simplistas, o indivíduo plenamente crê ser ele responsável pelo seu destino. Isso inclui as atividades mundanas e excitantes incorporadas que chamamos no fim de “vida”. 

Continuar lendo “O PROPÓSITO DO VAMPYRISMO”

BRUXARIA, LUCIFERIANISMO E SATANISMO TRADICIONAL

11204383_425562010972766_2308879849679265177_n

Questão problematizada: “É possível ser praticante de Bruxaria Tradicional e Satanista ao mesmo tempo?”

Sim. Perfeitamente possível, e mais comum que se imagina. Primeiramente, não existe uma conceituação concreta e inquestionável para o que seria o termo “Bruxaria”, sendo referido mais como um sistema, um conjunto de prática dos Pagãos e Camponeses, sistema este conectado a Terra, a Natureza e ao politeísmo das religiões tribais ancestrais ao Cristianismo – que assim os chamava como forma pejorativa e sectária dentro do contexto histórico da época, e englobando não apenas uma, mas diversas vertentes religiosas dos ditos “Pagãos”, colocadas dentro de um conjunto denominado “Bruxaria” de forma indiscriminada. 

Continuar lendo “BRUXARIA, LUCIFERIANISMO E SATANISMO TRADICIONAL”

Paralisia do Sono & Habitantes das Sombras

234701_3lyplfnk

“Last night i saw, upon the stairs
A Little Man who wasn´t there
He wasn´t there again today
Oh, how I wish he go away!”
-Glenn Miller, ‘The Little Man Who Wasn´t There’

Não é incomum ouvirmos relatos de pessoas que tenham visto durante a noite os ‘Habitantes das Sombras’, também conhecidos como ‘Pessoas das Sombras’. Usualmente surgindo durante a noite, mais comumente ainda durante momentos de paralisia do sono ou projeções astrais, durante o estágio inicial de vibração (Estado Vibracional/E.V). Mas o que são estes seres? Eles estão realmente lá? São de fato seres ou lapsos de loucura em nossos cérebros?

Continuar lendo “Paralisia do Sono & Habitantes das Sombras”

Vodu – Um Breve resumo

baron-samedi.jpg

“Por que você usa a velha Juju?
Por que você chocalha todos os ossos?
Estou dizendo que eu não sou o certo para você
Mas ainda assim você joga as pedras

Você colocou um feitiço em mim”

-Mortiis, ‘You put a Hex on me’

Essa postagem foi escrita originalmente em 03/11/2011 para o fórum ‘Via Sinistrae’. Revisado, corrigido e com alguns trechos adicionados em 29/01/2019.

Um pouco de história:

Continuar lendo “Vodu – Um Breve resumo”

Demonologia – das suas origens até o pânico

baphomet

Lucifer, Ouyar, Chameron, Aliseon, Mandousin, Premy, Oriet, Naydrus, Esmony, Eparinesont, Estiot, Dumosson, Danochar, Casmiel, Hayras, Fabelleronthou, Sodirno, Peatham, Come, Lucifer, Amen.

                                                                        -Conjuração de Lúcifer, Grimorium Verum

Falar de Demonologia é sempre interessante hoje em dia, em tempos dominados pelo politicamente correto, onde até mesmo os próprios Demônios foram postos como seres fofos e deuses bonitos habitantes de mundos cor de rosa. Então, vamos falar um pouco da Mãe de todos os Diabos: A Santa Igreja.

Continuar lendo “Demonologia – das suas origens até o pânico”

DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte IV

ED3Ykz

Então, até agora analisamos a história da demonologia, de forma explanada pra um tratado tão pequeno (isso aqui dá um TCC maneiro…) mas para que possamos compreender o foco disso aqui. E claro, transgredirmos um pouco além.

Perceba bem que inicialmente tudo começou em uma rixa sócio-política entre hebreus e povos ”gentios’. Conforme os hebreus adotavam um modo de vida nômade eles entravam em choque direto com a cultura e a política dos gentios. Estes, pagãos em seu sentido mais literal, eram profundamente conectados com a terra. Seus Deuses tinham características animalescas ou elementais profundas, mesclando-se com as características de pessoas de destaque na tribo ou clã. Um grande guerreiro com chifre de touro, uma grande serpente que habitava nas profundezas, tudo remetia a este caráter “natural”. 
Continuar lendo “DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte IV”

DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte III

f8599f00dd5d5af5f130c709dd9f3e3a--dark-angels-fallen-angels

“But of all the demons I’ve known
None could compare to you

Every day that you feed me with hate
I grow stronger!”

Sabendo agora da imensa lista de santos, padres apostólicos e doutores da patrística que influenciaram essa visão, podemos compreender melhor o surgimento da maioria imensa dos grimórios medievalistas, tão importantes para a demonologia.
Não sabe-se ao certo a autoria ou data precisa de surgimento da maioria deles, mas se sabe que o satanismo na Idade Média não é mera conjectura. Missas Negras eram, não incomumente, encomendadas por nobres ricos a freis e sacerdotes corruptos. bem como sacrifícios humanos. A missa Negra como conhecemos atualmente é uma inversão da Missa tridentina e já tardia, mas existem relatos anteriores de ritos semelhantes (que não adentrarei a fundo aqui por não ser o foco deste texto, talvez em algum tratado posterior eu exponha melhor o tema). 

Continuar lendo “DEMONOLOGIA: DA RAIZ À INSANIDADE – Parte III”