Caim – O Filho do Adversário

vmnew11  Uma das histórias mais famosas e relevantes da humanidade, o mito de Caim e Abel é narrado no livro do Gênesis da bíblia católica. A história é repleta de simbolismos interessantes e pode ser uma das metáforas mais profundas relacionadas a condição humana.
  O nome Caim vem do hebraico קַיִן significando “lança” e tendo por transliteração correta “Qayin”. Pode estar associado também a “Qanah”, verbo “provocar ciúme”. Caim seria o primogênito de Adão e Eva, irmão mais velho de Abel.


Narra a historia da bíblia que Caim cresceu para se tornar um lavrador, enquanto Abel tomou o caminho do pastoreio. A cada determinado período de tempo, ambos deveriam apresentar um Holocausto* a Deus. Por alguma razão, não citada na bíblia, Deus rejeita a oferenda de Caim, constituida da melhor parte de sua safra, mas abraça a oferenda dos melhores novilhos de Abel. Enciumado com o favoritismo, o mais velho teria enganado o mais novo para segui-lo até o campo. Chegando lá, teria subjugado o mesmo com uma forma de foice primitiva, cometendo o primeiro Homicídio da Humanidade.
Após o crime, IHWH teria inquirido o primogênito sobre o paradeiro de seu irmão, o qual lhe respondeu com outra pergunta simbólica. “Ao acaso sou guardião de meu irmão?” Descoberto o assassinato, este foi exilado para as terras do leste, as terras de Nod.

*Holocausto:Oferenda onde o Sangue não é derramado no altar, mas o objeto do sacrifício é queimado, e a fumaça enviada as alturas.

 Segundo a Análise judaico-cristã deste mito, a rejeição da oferenda foi proposital. HWHI necessitava que fosse cumprida sua profecia de Morte em relação a Humanidade, e ela adentrou o Homem através de Caim.
 Mas o propósito deste texto é uma análise ocultista.  Abel seria aqui uma representação da fraqueza. Do Rebanho de Ovelhas. Caim, ao matar seu “irmão”, representaria uma metáfora da manifestação da Árvore da Morte. Tal manifestação se daria através da Morte do “ser de Barro”, representado metaforicamente por Abel,o Pastor. A oferenda de Caim não subiria aos céus com a fumaça dos Holocaustos, mas seria posta em Terra, o sangue sendo o condensador fluídico da Vontade, honrando os Deuses mais negros. Desta forma é exilado do convívio de HWHI para o “Leste”, a terra sem deus. Lá é obrigado a vagar perpetuamente, portando uma marca que não permitiria que ele próprio morresse.

Gerações mais tarde, um casal chamado Lamech e Zillah concebem dois filhos. Tubal-Caim (“Aprimorador da Arte de Caim”), um ferreiro e Naamah. Ambos podem ser vistos como primeiros epítetos de Caim e Lilith dentro da Humanidade. Naamah foi adotada pelos pagãos como uma deusa da luxúria, de forma errônea.

Tubal-Caim, em determinada narrativa, auxilia seu pai em uma caçada. Ambos acertam um Homem que possuía em sua cabeça um chifre de animal. Lameque de imediato reconheceu a descrição de seu ancestral. A punição septenária veio e as cidades fundadas por Caim foram destruídas (entre elas a cidade chamada Enoque). Lameque desculpa-se com seu Deus que adiou a punição para em 77 gerações, ao invés das 7 posteriores. E este foi o “fim” de nosso intrigante personagem.

A mitologia se estende. Criam-se lendas, sigilos, evocações, Cânticos. Mas deixarei aqui apenas uma pequena parcela de considerações sobre esta metáfora intrigante da condição humana, a qual seria de grande valor a análise por você mesmo.

Chifres nas antigas tradições eram sinal de inteligência, Sabedoria e experiência de vida. Também de força, por ser possuído por animais aos quais atribuíam-se estas qualidades. E a marca de Caim eram Chifres.

Abel foi morto com uma pequena foice de colheita,como é mencionado no Liber Falxifier (Publicado na Ixaxaar pelo TFC). Tal item representa a Morte, a transformação e é portado por todas as representações antropomórficas da Morte (ao menos em algum momento).

A ligação de Abel com a terra é inegável, bem como com o sangue.

Ao contrário do que se diz, Naamah não era uma mulher promíscua. Seu nome quer dizer “a bela”, mas referia-se aos sons de flautas que ela tocava para “agradar os deuses”. Ela era uma deusa musical… em conjunto com Tubal-Caim, que aprimorou a arte do Assassinato. O ferreiro  e o som da forja unidos.

Duas formas de expressão da chama negra na humanidade. O Caos da Guerra e do Conflito e o pacifismo da música utilizada para agradar os Deuses e Extasiar os homens.

O Sigilo da União Sagrada

l  O Sigilo acima, demonstrado pela primeira vez nos tratados de Stanislas de Guaita, representa a União da qual Caim é fruto espiritual. O bode com chifres, Lúcifer-Azazel (Azal’Lucel) e Baphomet-Caim ( A Dualidade), representaria a sabedoria e iluminação. O Pentagrama Invertido, a totalidade dos 4 elementos Causais com o Espírito (Éter/Akasha) Acausal com a ponta em destaque, voltada para baixo. As letras hebraicas grafam “LVTHN” e o nome de Lúcifer-Samael e Lilith são escritos dentro do mesmo.

  Leviathan é o Abismo de escuridão que liga a Luz de Samael a Carne de Lilith, gerando assim a União perfeita. É a o túnel-serpente que conduz a União Sagrada, gerando o filho da Chama Negra, o primeiro Mago Negro e o Filho perfeito, a manifestação da chama negra dentro da causalidade.

  A fórmula geradora de “Caim” e da Chama Negra é o L.L.L. (Lúcifer-Samael, Lilith, Leviathan), cujas letras na gematria somam 480 (4+8+0 = 12 = 1+2=3 = LLL) – também o número de legiões comandadas por Lilith. Esta se faz a fórmula do subconsciente e do despertar da consciência Primal Interna, denominada no LHP como “Demônio Guardião”.   

  Este é um dos muitos caminhos de se compreender através dos mitos a inserção do Caos dentro da Anima humana, manifestado através da egrégoras judaicas e cristãs, não correspondendo ao “Ethos” Satânico, mas sendo válida como alegoria para explicar a Acausalidade e a inserção da “Chama Negra Acausal” dentro dos seres humanos. Alguns exercem esse fogo negro, outros, assim como Abel, entregam-se ao “barro”.

 

1006111_479781762110722_135365034_n

Azi Dahaka

124 y.f.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “Caim – O Filho do Adversário

  1. Adimiron Sorath

    Como Qayin faz parte das minhas crenças e do tipo de magia que pratico, digo que gostei muito de ler uma postagem sobre o assunto 😉
    Nessas horas, com coisas de que realmente fazem muito sentido pra mim e fazem parte da minha vida, é que me da vontade de fazer um blog; mas aí espero, observo e dou andamento em projetos que possuem certa urgência e que dependem da minha disposição em escrever mais material rs

    Óbvio que foi um resumo (sabemos disso), mas um ótimo resumo meu caro.
    A Postagem realmente me agradou :)))
    abraços,

  2. rafael

    No episodio S09E11 do Supernatural fala uma pouco sobre ele, Abel falava com Lúcifer e Caim fez um acordo com Lúcifer para livrar a alma de seu irmão do inferno. Só que no lugar Caim iria para o inferno. Quando Caim matou Abel Lúcifer o transformou em um demônio. Na serie Caim ainda está vivo LOL, também li um vez que ele era o primeiro vampiro isso em li de um satanista tradicional. E que provavelmente morreu ou se escondeu de todos. De fato se houver um Deus puro ele não aceitaria nenhum sacrifício, e qualquer Deus que tentar se intrometer nesse mundo só estaria fazendo injustiça, O Javé é um exemplo. Um Deus tirano e assassino. É que estaríamos melhores sem sua Doutrina…

  3. O GÊNESIS E A FÉ… Eu não acredito que Abel e Caim eram irmãos, e por não serem irmãos Caim matou Abel, a mando de Lúcifer seu verdadeiro pai que sabia que Adão não era pai de Caim, mas sim seu próprio filho, tendo muitos poderes, por ser um Arcanjo, usou de sua bela aparência e sensualidade para seduzi-la e a iludiu em sua inocência explorando sua vaidade e talvez usando do seu poder em transmutar-se transformou-se em Adão para poder corteja-la, fez na verdade tudo para possui-la por estar apaixonado desde que a viu tomando banho e a desejou-a como nada mais na vida dele… E assim a engravidou, depois de ver o temor nos olhos dela para acalmá-la orientou-a para que se deitasse com Adão, e assim o enganar, mas não deu certo por ser Adão, fiel e temente a Deus não a desposava, vendo-a aflita questionou-a e em tudo e nada lhe escondeu dos fatos lhe revelando todo o acontecimento, mas temendo perde-la para sempre e pelo medo que Deus sabendo dos fatos a expulsasse como fez a Lility… Então decidiu Adão por protegê-la, aceitou a paternidade porque amava Eva a semelhança de José que amava Maria tanto que teve de ser consolado por um anjo a respeito da situação, e assim Adão valendo-se do seu eterno amor por Eva, a aceitou para não a perdes para sempre, carne de sua carne e sangue de seu sangue, ele fez o que pode para protegê-la… Cobriu-se com folhas a si e a ela, simulando uma brincadeira onde se camuflavam com as folhas para melhor se esconder, era apenas para conseguir esconder de Deus, com as ramagens a gravidez de Eva… Mesmo assim foi-se descobertos e expulsos, Eva por se deixar iludir por suas vaidades e Adão por tentar ocultar de Deus a verdade, enquanto isso iam se cumprindo os propósitos de Deus… Já na terra começou Adão uma nova vida com Eva a sua musa de olhos verdes, tiveram outros filhos somados a sua família, passados alguns anos desceu do céu um arcanjo para observar sua semente e como um pai preocupado disse-lhe… Filho não é justo não sendo você o legitimo primogênito de Adão como é Abel, por isso, venha a perder sua herança, pois certamente Deus, escolhera a oferta de Abel por já saber que ele é o legitimo herdeiro de Adão, porque nada escapa de seu conhecimento, no entanto deve agir com astucia e perspicácia, usando de todo o seu desafeto por ele seu meio irmão, ele que sempre foi o queridinho do papai e da mamãe, pois se você o eliminar tudo passará a conspirar a seu favor… Depois do assassinato praticado por Caim, que matou seu irmão Abel, ele ainda contou com a misericórdia Divina, sendo apenas expulso da cidadela de Adão… Um belo dia se começou a ouvir uma bela melodia, aproximou-se para ver de quem era á canção e de onde podia ser que vinha, deparou-se com uma bela mulher talvez a mais linda e sensual de todo o gênero feminino, era Lility, a primeira mulher de Adão, que estava separada dele por não querer se sujeitar a seus caprichos recusou-se a lhe ser submissa, e assim conhecendo Caim, enamorou-se dele, lhe deu muitos filhos e filhas a cobrir a face da terra com a sua descendência, tornando-a cheia de ímpios que por rebeldia não adoravam a Deus e nem o reconheciam como sendo o seu criador, mas venerava a quem acreditavam ser seu verdadeiro pai o Arcanjo Lúcifer, que os instigava e lhes prometia dar-lhes um reino onde ele os acolheria sendo seu Deus e criador, tudo era uma questão de tempo ou alguns milhares de anos, afinal o que é mil anos para um ser eterno, e assim tomou-os como filhos e filhas para os adora-lo e reverencia-lo… Por isso lhes disse Jesus… Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, não me credes. Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes? Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus… É claro eu não sou dono da verdade… Mas a coisas que requerem melhores explicações do que uma simples mordida na maça…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s