ONA: Ordem dos 9 Ângulos II – Mythos e Práticas

7FSV

O9A – Mythos

Ao contrário do que se pensa, a ONA é uma ordem cuja mitologia e panteão possuem formas próprias, não baseando-se em cultos antigos, e rejeitando todos os elementos judaico-cristãos influentes em ordens como o Temple of Black Light (Ou seja, abomina também o conceito de “qliphot”). Ela se relaciona com as emanações primais do Acausal, algumas sem nome e sem forma.

Essas emanações se manifestam dentro do Causal (o nosso plano “material” e ordenado e os planos astrais próximos a essa criação) na forma dos vinte e um Deuses Negros. Cada Deus Negro se relaciona a um caminho da árvore da Wyrd, ligando as 7 esferas planetárias trabalhadas no caminho septenário (Sol, Lua, Venus, Marte, Mercúrio, Jupiter e Saturno).

O trabalho com esses Deuses é feito através dos “Nexions”(“Portais”) de energia existentes nas Estrelas, na natureza, em grupos de pessoas ou mesmo em indivíduos. Os mitos onde eles se expressam são encontrados em Manuscritos de ficção e lendas dentro da própria ONA, que não devem ser levadas ao pé da letra, mas interpretados como mitos devem ser – metáforas para explicar o Acausal de forma que nosso consciente meramente humano possa melhor compreender sua existência.

A saber, os 21 Deuses Negros são: Noctulios, Nythra, Shugara, Aosoth, Azanigin, Shaitan, Nekalah, Ga Wath Am, Binah Ath, Lidagon, Abatu, Karu Samsu, Mactoron, Atazoth, Davcina, Athushir, Kthunae, Budsturga, Gaubni, Sapanur e Darkat. Há ainda o culto a duas figuras reverenciadas como “Nexions” puros do Acausal manifestados em seres humanos, Baphometh (A Senhora da Terra) e Vindex (O “Sagrado Vingador). Essas figuras são de vital importância dentro dos mitos da O9A, liderando e inspirando tribos sinistras na guerra contra o Causal.

Os mythos são utilizados de forma exotérica (para os “mundanos” fora da ordem) e esotérica (para aquilo de compreensão somente dos adeptos) para apressar a passagem deste “Aeon” e para a construção de um próximo “Aeon” voltado a filosofia Satanista. Uma “preparação de território” para que o Causal se encerre, dando lugar a uma nova cultura, sociedade, política, arte e caminho espiritual. Um próximo passo na evolução do homem, elevando o indivíduo a outro nível. A contagem de tempo destes Aeons, de forma esotérica, corresponde aos “Years of Fayen” ou “Years of Fire“, um calendário próprio da ONA, cujo ciclo encerra e recomeça no dia 23 de Abril.

wyrd

Árvore da Wyrd

Para que este objetivo seja cumprido, essa mitologia (não irei entrar em detalhes, estes podem ser encontrados nos contos de ficção da O9A, dispostos em Manuscritos distribuídos livremente na internet) direcionam os adeptos a determinadas práticas que levam a evolução.

Práticas

As práticas da ONA não são simples. O Caminho Septenário é um dos mais rigorosos e perigosos que existem, diferenciando-se do “Satanismo” confortável daqueles que colocam máscaras obscuras para realizarem suas fantasias. Ele é um caminho bruto, por muitas vezes perigoso, que força o Adepto a uma Alquimia Negra Interna poderosa. É através da Vivência e Experiência que o adepto passa a se assemelhar aos Deuses e seus mitos, e somente através da ebulição desse Caos Interno que tais Deuses podem ser atraídos e manifestados.

Dentro do conjunto de práticas da ONA, deve-se destacar os manuscritos NAOS e Black Book of Satan. O primeiro é um guia aos que querem iniciar a trilha e tornarem-se adeptos, o segundo é o guia para abertura de templos e fundação de tribos satânicas. Ambos são de leitura obrigatória para ter ciência do caminho septenário.

As ferramentas mais interessantes do caminho septenário são os Cânticos vibrados para atrair os Deuses, o “Star Game” (jogo Estelar), cuja prática causa mudanças alquímicas no raciocínio e o Tarot desenhado por Christos Beest, utilizado nos 21 dias de meditação realizados no grau 2 do NAOS. Todos indispensáveis e não são opcionais, constituindo o fundamento do caminho.

O Caminho Sinistro leva os adeptos ao limite da Moralidade e da Ética, forçando-o a confrontar seus ideais com os dogmas sociais. Muitas vezes herético, marginalizado e arriscado. Não apenas moralmente, mas também fisicamente, tendo em vista os rituais mais avançados que consistem em isolamento social e exercícios físicos prolongados.  Também considera-se parte da prática a vivência da filosofia extremista, o código de Honra das Tribos e os 21 pontos satânicos – uma diretriz de vivência do caminho. Drogas e Alucinógenos são totalmente condenados durante rituais, sendo considerado hábitos de “Mundanos” e “Muletas mágikas” atrasando a evolução pessoal.

As práticas se enquadram em cada grau, tornando-se tarefas mais difíceis conforme a evolução. Os graus vão, em ordem, de Neófito, Iniciado, Adepto Externo, Adepto Interno, Mestre do Templo/Senhora da Terra, Magus/Magistra até Imortal, obtido somente com a transição do satanista do causal para o acausal, através da Morte.

Essa filosofia extrema não pode ser vivida “na internet”. Muitos atualmente dizem ser adeptos do caminho sinistro, tentando com isso almejar alguma forma de “status” dentro da pseudo-cena ocultista atual. A própria ONA rejeita estes falsos adeptos, embora não se importe com eles. Um real adepto vivencia a cada segundo e com intensidade este caminho, sendo reconhecido por outros de forma clara e simples pelo mero contato. É algo que deve ser posto constantemente em prática, diariamente.

Este é um breve RESUMO das práticas satânicas da ONA, de forma totalmente Exotérica. Eu levaria centenas de postagens para me aprofundar em cada tópico, sendo necessário um blog exclusivo apenas para isso, algo inviável no momento devido a falta de disposição de tempo. No entanto este breve resumo já concede as chaves para se conhecer verdadeiramente (ou buscar aprofundar-se, aos interessados) neste caminho. Sem falácias, sem maquiagens e de forma crua, aviso que o caminho septenário não é para “qualquer pessoa”. Pessoalmente não o indicaria a ninguém, a menos que este saiba que é a dificuldade que deseja para si. Mas a fins de real conhecimento sem distorções, encerro com este post a série sobre a Order of Nine Angles, até que seja realmente necessário retornar a este tema.  Espero ter elucidado algumas dúvidas e falácias sobre o tema.

(Caso não tenha lido, o post anterior, necessário para a compreensão deste está aqui: https://arautodochaos.wordpress.com/2013/11/26/ona-ordem-dos-9-angulos-i-origens-e-ideais/)

David_Myatt_1David Myatt, por “Beestie Boy”

Agios O Vindex!

                                                                                   Azi Dahaka,

                                                                      124 Year of Fayen.

Anúncios

9 comentários sobre “ONA: Ordem dos 9 Ângulos II – Mythos e Práticas

    1. Saudações meu caro Tesla!

      O objetivo, conforme descritos nos manuscritos, é trazer para dentro do Causal entes Acausais e fluxos energéticos caóticos. Desta forma, este Aeon causal é destruído e tem seu fim acelerado, dando passagem a uma nova Era baseada nos princípios “satânicos”.
      Também é uma forma de causar mudanças (Internas-Alquimia Negra e Externas-Feitiçaria Negra) no universo que conhecemos, elevando o Adepto de um homem “comum” ao próximo estágio evolutivo.

  1. Carlos Bastos

    Como você sabe tanto? é membro da ordem ou só admirador?
    Você disse no post anterior que a ona nao é uma ordem, e sim uma filosofia, que qualquer um pode seguir e ai pode se dizer da ona, mas aqui fala muito dos nexios, dos graus, como se passa de grau estudando sozinho? quem pode diferenciar o falso do verdadeiro membr?

    1. Como sei tanto? Estudo demais e prática demais. Não irei confirmar e nem negar se sou “membro” da ordem ou não, acho que isso não convém… rs

      Sim, é uma filosofia. Como se passam os graus? Sinceridade consigo mesmo. Cada grau possui um objetivo e uma base de exercícios mínimos a serem cumpridos. Estar em um Nexion/tribo ou não é meramente uma opção. Viver pela filosofia é a parte importante e que te torna ou não um “kindred”.

      Para diferenciar um falso de um real seguidor, basta analisar esta vivência e o conhecimento do mesmo. Existem coisas que são reveladas apenas com a prática do sistema septenário.

      Agios!

  2. SL

    Apenas avisando que retorno em breve de mais um período de ausênsia.
    Sobre o seu livro, não recebi ainda, mas vemos isso depois, pois pode ter ocorrido algo que ainda não to sabendo.
    Tenho que refazer Mail e página social, mas isso pode esperar mais um pouco.
    Quando retornar aos meios sociais, eu aviso.
    aliás, boa postagem.
    abs
    SL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s