Satanismo,Ocultismo e Drogas

images

Um assunto o qual eu tenho entrado muito em debate estes dias é a respeito de drogas, tanto no sentido sócio-político quanto Ocultista. Obviamente ignorarei todas as minhas opiniões políticas e sociais sobre o tema, pois o foco aqui ainda é o lado oculto.

Recentemente tenho visto vários ocultistas defendendo a utilização de substâncias alucinógenas e até mesmo o uso de drogas ilegais durante rituais ou até mesmo o uso recreativo como forma de “desenvolver/despertar habilidades da mente”.  As fontes utilizadas como argumento por essas pessoas em geral são os livros e trabalhos do Crowley, entre outros Thelemitas ou autores pseudo-xamanistas.

Observando primeiro a visão da thelema sobre o assunto, talvez a utilização pelos mesmos seja até válida, tendo em vista que a visão de Crowley sobre a maioria das entidades as definia meramente como aspectos intrínsecos a mente humana, que se faziam externos durante uma evocação. Neste caso, quando limitamos tudo a uma ação da mente humana, limitamos igualmente tudo a uma liberação de químicas cerebrais. Introduzir uma química externa para estimular o cérebro pode até fazer sentido, dentro deste contexto.

No contexto “xamanista”… entraremos em uma questão muito delicada. A maioria das tribos indígenas é absurdamente fechada, não permitindo que seus ensinamentos vazem para o “homem branco” que arruinou sua cultura, seu ambiente e sua sociedade. Alucinógenos eram com frequencia utilizados como presentes para a “iluminação do homem branco”, tornando o mesmo um dependente dessas substâncias, quando não, vítima de armadilhas dos próprios indios. Raras eram as ocasiões onde uma tribo indigena utiliza-se de entorpecentes, que deixavam fracos os guerreiros e mais lentos os caçadores dos quais suas vidas dependiam. Xamanismo não tem nenhuma base em drogas e nenhuma prática com as mesmas.

Dentro do ocultismo em geral, drogas/alucinógenos podem ser considerados muletas. Desenvolver uma capacidade que não se possuí através de algo que não é seu. E se esta substância for retirada ou se não a possuir no momento, tal capacidade não será alcançada. Aí temos um fracasso automático em uma prática relativamente simples. Talvez uma ou outra experiência possa ser algo válido, mas o uso contante, regular ou em determinados rituais pode se tornar futuramente um desastre.  É algo que se pode comparar ao uso de esteróides por um atleta. Inicialmente os resultados podem ser bons, mas além de prejudicial a saúde, não traz nenhum real desenvolvimento.  Talvez uma ou outra experiência válida, mas o uso contante pode atrapalhar muito mais do que auxiliar.

Dentro de um contexto tântrico, o uso de drogas pode ser válido na quebra de paradigmas sociais. Mas a observância das questões de saúde, dependência (controlar pra que não se torne um hábito) entre outros fatores raramente são observados. Isso faz com que, assim como a magia sexual, o uso de certas substâncias em rituais seja apenas uma mera desculpa para sua utilização “recreativa”. Em resumo, atualmente está se tornando apenas uma desculpa para se drogar.

Outro ponto negativo das drogas é a validade da experiência. Para um ocultista que de fato creia na existência de um plano Astral e entidades independentes, como diferenciar uma alucinação provocada de uma real experiência?Esta é uma das desvantagens desta prática. Outro ponto a ser observado, seria na momentânea incapacitação mental provocada, que deixaria o Ocultista totalmente vulnerável para qualquer entidade evocada, tornando uma tentativa de contato em um real desastre, como é o caso da suposta “goétia xamânica” divulgada na internet a um tempo atrás. Uma verdadeira arapuca para iniciantes terem nada além de problemas em suas experiências iniciais.

A visão do Satanismo tradicional é ainda mais radical e proibitiva. Você deve ser forte o suficiente por si só, para em estado de transe induzido por características suas, conseguir resultados iguais ou melhores que alguém que se utilize destas substâncias. Dançar, perscrutar, música são técnicas normalmente utilizadas dentro do satanismo (e também em cultos primais como a Kimbanda e o Vodoo – dentro dos quais apenas a entidade bebe e fuma, nunca o médium que entra em transe pelo ritmo dos atabaques).

Encerro aqui este pequeno texto com duas citações que podem ajudar a explicitar mais meu ponto de vista. Caso alguém não concorde ou tenha uma visão diferente, sinta-se livre para expressar.

” O Frenesi pode ser obtido por drogas – mas essas diminuem (e às vezes destroem) a
habilidade para se concentrar e portanto drogas não são recomendadas para esse tipo de
magicka hermética. O melhor método para alcançar frenesi é dança – na maioria das vezes
de uma natureza circular ou espiral. Outros métodos que podem ser usados são
concentração desejada, sofrimento físico e êxtase induzido.”

-NAOS, um guia prático para mágicka moderna (ONA MSS copyrights)

“Algumas pessoas em sua fraqueza se tornam viciados em drogas. Sendo assim, eles são uma falha na vida (…) eles fizeram sua escolha e desmontraram uma falha em caráter. (…) A cultra das drogas é característica de uma sociedade doente , onde a mentalidade de escravos se sobrepõe sobre as características nobres, força e instintos são suprimidos (E onde a idéia de guerra e combate como algo saudável é considerada heresia). ”

-ONA MSS Selections

1qNhX

Anúncios

4 comentários sobre “Satanismo,Ocultismo e Drogas

  1. Shamash Lykaion

    Poucos são aqueles que conhecem os mistérios das ervas e das poções. Menos ainda os que são capazes de usá-los dentro dos contextos estabelecidos pelas práticas que usam esse tipo de mistério.
    “Recreação” nada mais é do que fuga de uma realidade, nem que seja momentânea.

    Porém, hoje em dia, realmente as tradições das quais pertencem ou pertenciam essas substâncias são usadas apenas como desculpa esfarrapada para anestesiar corações e mentes fracas.

    abs

  2. Ipupiara

    Em algumas tribos (para nao dizer muitas), Os xamãs usavam alucinogenos para diversas finalidades, algumas para saber curar determinadas doenças de um paciente, no aprendizado de seus discipulos (quanto a isso, eles mesmos não usariam mais tais drogas por conseguir seus efeitos desejados sem as mesmas, nao ocorrendo o mesmo com os discipulos até eles adquirirem a habilidade de fazer-lo sozinho) alguns rituais e etc.. Agora discordando um pouco do ponto de vista geral, considero certas substancias (naturais) apenas como uma ferramenta, como você vai usa-la depende de você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s